Como estimular o desenvolvimento das inteligências múltiplas nos filhos utilizando métodos cristãos - www.pequeninaluz.com

Como estimular o desenvolvimento das inteligências múltiplas nos filhos utilizando métodos cristãos

O poder da religião no lar
07/09/2017
Como ganhar tempo e fazer o dia render
18/09/2017
Exibir tudo

Como estimular o desenvolvimento das inteligências múltiplas nos filhos utilizando métodos cristãos

Eu acredito que quase todo pai e mãe desejam ver seus filhos se desenvolvendo plenamente e sendo bem sucedidos em todas as áreas de sua vida. No entanto, em minha experiência como profissional, ao longo dos últimos 10 anos, o que tenho percebido é que muito se deixa a desejar na infância, e os reflexos aparecem já na juventude e na vida adulta.

Aparentemente o foco dos pais costuma estar em que os filhos tenham um bom desempenho acadêmico, e que se formem em alguns dos cursos cujas carreiras eles supõem serem promissoras. Então eles investem na educação formal, privam os filhos da oportunidade de serem úteis no dia a dia deixando-os apenas em função dos estudos, projetam neles uma profissão que consideram ser de prestígio, mas não os preparam para a vida.

Se você tem filhos pequenos, responda às seguintes perguntas:

  • Você deseja que seu filho seja bem sucedido profissionalmente?
  • Você deseja que ele seja bem sucedido no casamento?
  • Você deseja que ele tenha saúde emocional?
  • Você deseja que ele seja útil à sociedade?
  • Você deseja que seu filho saiba lidar bem com as diversas dificuldades que podem ocorrer ao longo da vida?
  • Você deseja que seu/sua filho(a) seja um bom pai ou uma boa mãe?
  • Você deseja que seu filho seja um verdadeiro servo de Deus?

Se você disse sim às perguntas acima, então você não pode ser um pai ou uma mãe comum. Você precisa ser diferente. Precisa ser um verdadeiro educador. Precisa se preocupar em desenvolver o seu filho em todas as áreas.   

E quando se fala em desenvolvimento em diversas áreas, eu gosto muito da chamada Teoria das Inteligências Múltiplas, elaborada por Howard Gardner, um renomado Psicólogo. Gardner propôs uma teoria que se opõe à visão estreita de inteligência que se mede em testes de QI. Uma teoria que aponta diferentes capacidades que possuímos para lidar com os diversos problemas com os quais nos deparamos ao longo da vida, nas mais diversas atividades que possamos realizar. Nesse sentido, ser bom em cálculos é uma coisa boa, mas ser bom em lidar com as emoções das pessoas também é muito importante.

E não podemos esperar que a escola execute a função de desenvolver em nossos filhos as diferentes capacidades que eles possuem.

Estimular sem estressar

É claro que não vamos criar um ambiente familiar tão cheio de estímulos a ponto de se tornar um ambiente estressante para as crianças. Hoje, as crianças têm agendas cheias de compromissos. Vão para a escola, fazem cursos de línguas, música, esportes… Além disso elas são super estimuladas pelas tecnologias tais como TV, tablets, smartphones, computadores, vídeo-games, e por alimentos cheios de açúcar, cafeína, gordura, glutamato monossódico, etc… E isso tudo não é nada bom. Cada vez mais as crianças estão estressadas, ansiosas, hiperativas, desatentas e obesas.

Os estímulos que devemos oferecer aos nossos filhos são estímulos naturais. Estímulos que façam parte de sua rotina, de seu estilo de vida. Estímulos que promovam um desenvolvimento harmônico de suas faculdades físicas, mentais e espirituais.

O contato com os ensinos bíblicos (na teoria e na prática) e com a natureza oferecem essa estimulação com excelência. Basta sabermos manejar da forma certa e no momento certo.

Como estimular o desenvolvimento

O desenvolvimento humano ocorre de forma gradativa. Tudo tem o seu tempo. Primeiro tomamos leite materno. Só depois comemos comida sólida. No início nem sabemos que temos mãos e pés, mas chega um momento em que somos capazes de aprender a andar de bicicleta.

Os estímulos devem ser oferecidos no tempo certo. A Bíblia nos ensina que há tempo para tudo (Eclesiastes 3:1). Por que damos aos bebês de poucos meses mordedores, ao invés de quebra-cabeças? Alguns pais ficam em dúvida sobre como oferecer estímulos adequados ao tempo da criança porque eles não conhecem as fases do desenvolvimento infantil.

Mas não é preciso ser psicólogo ou pedagogo para fazer isso. Se apenas observarmos nossos filhos já descobriremos coisas sobre eles que nos ajudarão a compreender em que momento eles estão. O próximo passo é ser criativo para utilizar aquilo que foi observado como recurso para se oferecer estímulos saudáveis.

Outra fonte de informação são as cadernetas que recebemos quando nossos filhos nascem no Brasil, e que são utilizadas pelos médicos para acompanhamento do seu desenvolvimento. Se você for criativo, poderá utilizar as informações contidas ali para ter ideias de como trabalhar com seus filhos.

Como 24h passam voando quando temos crianças em casa, eu sei que você provavelmente terá dificuldades em executar atividades com seu filho que saiam muito da sua rotina. Por isso eu gosto de aconselhar aos pais que usem a própria rotina como fonte de estímulo. E mais, que façam do estilo de vida da família uma fonte de estímulos saudáveis ao desenvolvimento das crianças.

Na área de assinantes do Portal Pequenina Luz eu ofereço aos pais de crianças de 0 a 6 anos uma série de atividades, adequadas a cada idade, com o propósito de desenvolver as inteligências múltiplas e as faculdades físicas e espirituais utilizando recursos simples, situações cotidianas, e o contato com a natureza. Para saber mais sobre como ter acesso a esse material, clique aqui.

Existem períodos em nossa vida em que estamos mais aptos a desenvolver algumas capacidades do que em outros períodos. Se, como pais, soubermos aproveitar bem esses períodos, nossos filhos poderão desfrutar de um desenvolvimento mais adequado, mais tranquilo e mais simétrico.

Karyne Correia
Karyne Correia

Karyne Correia é mãe do Ben e madrasta da Isabela. Tem graduação e mestrado em Psicologia, formação em teoria musical, e se aventura no campo do artesanato e da costura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *